Alô, David Coimbra?


Tipo assim, como quem não quer nada, ontem à tarde eu dei uma ligada pro David Coimbra. Peguei o número que ele me passou por e-mail, disquei e ele atendeu. Eu me apresentei e disse que estava fazendo uma monografia sobre as reportagens dele. Humildemente, ele responde:

-Não tinha mais nada de interessante pra tu pesquisar, né!? – Não sei definir se foi uma pergunta ou uma afirmação. Sei que eu lhe disse que não – ou que sim? -, que os textos dele muito me interessavam e rendiam uma pesquisa.

Mais algumas palavras minhas e outras dele, e ele se dispôs, muito amigavelmente, a me conceder entrevista. Não definimos a data, pois ele estará fora nesse final de semana, e eu estarei ausente na próxima semana. Fiquei de ligar pra ele, de novo, pra combinarmos.

Ah! Uma coisa que definimos foi que a entrevista será ao vivo. Ele chegou a levantar a possibilidade de ser por telefone, mas eu retruquei dizendo que seria mais produtivo ao vivo. No que ele responde:

-Ao vivo é sempre melhor, né. – E completou com uma risada.

Ai ai. Minha monografia anda de vento em poupa mesmo.

Aumenta o volume (2)

Desculpe se me torno repetitiva. Eu curto mesmo a música Pingos de amor e já postei um vídeo aqui. Mas dessa vez, não é pela Geral do Grêmio. Esta versão foi gravada pela banda gaúcha Papas da Língua - que é gremista, pois tocou no lançamento das novas camisetas tricolores de 2011 - com o Buchecha, tá demaaaais. O vídeo não é oficial, mas faz parte da gravação do DVD ao vivo da banda no Opinião. Curte aí. Aumenta o volume.

As cervejas que estão na minha lista do supermercado



Tudo que bem que eu só vou ao supermercado esporadicamente. Minha mamãe ainda abastece a geladeira com o básico e mais um pouco. Mas sabe como é, a cerveja e as besteirinhas de comida são por minha conta.

A minha próxima ida ao paraíso dos gulosos - no caso, eu - não estava prevista até que, hoje, eu descobri que o cervejeiro-jornalista-gremista Ilgo Wink lançou mais uma cerveja, a Kidiaba. Ele mesmo já havia colocado à venda as marcas 1983 e Mazembier, que eu, infelizmente, ainda não encontrei. As "geladas" só podem ser adquiridas pelo site. De repente, se eu achar alguns parceiros, daria pra fazer uma encomenda, né?

No site dessa mente criativa, o Boteco do Ilgo, o criador da cerveja afirma que o nome da cerveja remete à “uma mulher sensual, capaz de levar qualquer homem a fazer loucuras. Uma devassa, uma deusa, um anjo, uma diaba…”. Mas é óbvio que esta é apenas uma desculpa pra não afastar os fregueses colorados. A "dunkel escura, forte e encorpada" foi, com certeza, concebida em homenagem ao goleiro do Mazembe, time vice-campeão mundial de 2010, que comemorou tão bem os gols em cima do Internacional.

Confere aí os logotipos das cervejas mais tricolores do Estado e a descrição do próprio criador.

A Cerveja 1983 é uma homenagem ao primeiro clube gaúcho campeão do mundo. O segundo a conquistar o título mundial esperou 23 anos.

Uma homenagem ao glorioso Mazembe, vice-campeão Mundial de Clubes FIFA.

A cerveja Kidiaba é…

Renato Portaluppi comprando uma camisa do Mazembe?

Sempre que a dupla Gre-Nal vem jogar contra a dupla Ave-Cruz, Santa Cruz do Sul fica eletrizada. Eu, ao menos, não perco um jogo dos times locais contra o Grêmio - a exceção foi ontem, pois eu estava de plantão no meu trabalho.

E as histórias são inevitáveis. Meu amigo Joel Haas encontrou uma "daquelas"ontem nos Plátanos, antes do início do jogo em Galo e Grêmio, que terminou em 1 a 1. Melhor ele mesmo contar. Portanto, Crtl C + Ctrl V em um trecho da matéria dele no Gaz. 
 

A passagem do Grêmio por Santa Cruz e suas histórias

Pela tarde, desde o meio-dia, comerciantes e vendedores ambulantes transformaram a esquina da Gaspar Silveira Martins com a Galvão Costa num verdadeiro varejo para boleiros. Camisas do Grêmio - primeiro, segundo e terceiro uniformes -, Santa Cruz, e de times europeus ficaram penduradas em fios extendidos pelas árvores e eram vendidas por cerca de 30 reais cada.

Ourival Severo, 40 anos, trabalha numa empresa distribuidora de gás de cozinha, em Venâncio Aires. Esta é a sua ocupação diária. Porém, quando usa óculos escuros e veste a camisa do Grêmio - ou do Mazembe - Ourival vira o sósia de Renato Portaluppi. A semelhança é grande mesmo.

"Na praia o pessoal me confunde mais. No dia-a-dia não é muito", diz o sósia. "No fundo é divertido, ainda mais que eu sou gremista", completou.

O CARA É OU NÃO É IGUAL AO PORTALUPPI?

TALVEZ SÓ UM POUQUINHO MAIS REDONDINHO...

Papo furado (2)


 A dificuldade do (pitelaço) Fernando Torres em marcar seu primeiro gol com a camisa do Chelsea já virou motivo de piada na Inglaterra. O atacante espanhol foi contratado por 50 milhões de libras (R$ 133 milhões) em janeiro, mas, até agora, não conseguiu balançar as redes. Com certeza não é por baixa remuneração - porque ele tá ganhando cerca de 1,8 milhão de reais por mês.

O compositor/humorista Chris Cohen se inspirou no (mau) momento de Torres e escreveu a música "Não acredito que Torres um dia marcará". Cohen, que torce pelo Chelsea, já "homenageou" outros personagens do clube, como David Luiz, Ancelotti e Luiz Felipe Scolari.

Confesso que não acompanho muito o futebol europeu - mais por falta de tempo do que de interesse -, então precisei da "legenda" do Fernando. Mas o vídeo é legal - e a risadinha do cantor é hilária. Dá pra acompanhar com a tradução abaixo.



Imagine Balotelli se vestindo facilmente
Arsène Wenger vendo um incidente claramente
Imagine Nani levando uma entrada e ficando de pé
Ou Almunia lidando com um cruzamento tranquilamente

(refrão)
Bem, eu poderia imaginar tudo isso, sim...
E talvez um pouco mais
Mas não posso imaginar que
Um dia Fernando marcará

O West Ham fazendo 2 a 0 e ainda vencendo o jogo
Um árbitro errando e aceitando a culpa
Só um minuto de acréscimo no Teatro dos Sonhos
Trevor Nelson dizendo "Sabe de uma coisa? Cansei de R&B".

Tentei meu melhor para permanecer otimista
Eles dizem "Classe é permanente, forma é passageira"
Mas acho mais provável eu acordar ao lado da Megan Fox
Do que Torres aproveitar uma chance de dentro da área

E Paul Scharner, acho mais provável
O Barcelona fazer uma proposta por você
Do que Torres balançar as redes vestindo azul

Acho que é mais provável Gary Neville e eu nos tornarmos melhores amigos
Do que Torres marcar na Tribuna Matthew Harding.

É o charme tricolor

Ninguém resiste à nova camiseta do Grêmio. Nem mesmo o adversário na partida decisiva de amanhã pela Libertadores. Duvida? Olha aí na foto abaixo, o presidente do Junior Barranquilla, Arturo Char, vestindo a camiseta tricolor ao lado do vice de futebol do Grêmio, Antônio Vicente Martins.


Pra completar, Arturo afirmou que o Grêmio é um "exemplo de clube e estrutura para toda a América". Para ele, esse será o jogo mais difícil da primeira fase para os colombianos. 

Do lado de cá, confesso que não estou totalmente tranquila...


VICENTE MARTINS E ARTURO CHAR NO JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO DE GRÊMIO E JUNIOR

Bolão: quase na mosca

Não consegui assistir todo o jogo de Grêmio e Veranópolis, pela Taça Piratini do Gauchão, em virtude de trabalhos acadêmicos. Mas o segundo tempo eu vi todinho. Tava mais pra pelada do que futebol digno de time de Libertadores... mas enfim. O Tricolor conseguiu ganhar por 2 a 1, com gols de Leandro e Borges, no rebote do pênalti, e somou os três pontos que garantem o topo da tabela geral do campeonato.

E não é que eu acertei o bolão? Apostei no placar correto e ainda disse que o Borges faria um dos gols. Não acredita? Olha aí. Registrei meu bolão twitando para as gurias do blog Salto Alto Futebol Clube - aliás, recomendo.



Não fosse a briga que levou à expulsão do goleiro do VEC, teria sido um jogo morno. E que lance mais nada a ver. Não sei o que deu no veterano Luiz Muller. Acho que ficou com ciúmes do brilho do garoto prodígio do Grêmio, o Leandro, e resolveu ter um piti. Tchê, o guri nem encostou nele direito! O chutinho do Douglas no meio da muvuca só passou desapercebido pelo árbitro... ainda bem.

E no fim do jogo, mesmo com um a mais, o Tricolor levou um gol. Culpa do goleiro Victor, que levou um belo de um frango. Mas ele tem créditos.

Resta saber o que será da decisão de quinta-feira. Aí sim. Não pode ter frango, não pode ser em clima de pelada, não pode ter chute discreto nem falta de vontade. Libertadores, há, é outro papo.

Leandro correndo para comemorar o gol com os jogadores reservas (by Ducker)

Pesquisar neste blog

Total de visitantes

Seguidores

Tem alguém aqui?

De onde vocês são?

Archivo del blog