Ossos do ofício

Vida de jornalista nem sempre é fácil. Têm coisas boas, como entrevistar músicos (como o Armandinho, ontem, ao vivo no Bailão da 101 e no camarim à noite), mas também têm algumas ruins. Tipo ontem, no show do Armandinho, quando tive que entrevistar o Bolívar, zagueiro do Inter.

O cara é amigo pessoal do cantor, que é colorado, foi visitá-lo no hotel estava no show ontem, no front vip da Inside, bem próximo de onde eu estava. Ainda por cima o Armandinho anunciou do palco a presença do jogador. Como que e não ia entrevistá-lo? Fiz o meu papel de jornalista (veja a matéria aqui).

Mas ainda bem que os gremistas (que, visivelmente, eram a maioria) fizeram o seu papel e vaiaram o anúncio - já que eu não pude, pois estava com o crachá do Gaz e ia ficar chato se ele visse né. Para amenizar o clima, o Armadinho tentou consertar: "ainda bem que o Bolívar pai é gremista, aí fica tudo bem", disse ele. Ainda bem. Homem bom esse.

Ps: reparem no meu sorriso amarelo, na foto.

Blogueira é matéria no jornal

Há! E não é que este blog foi o grande causador da minha pessoa ter sido matéria no jornal de hoje? Isso mesmo. Sabendo que escrevo sobre futebol aqui e, principalmente, pelo fato de eu ser "guria" que gosta do assunto, a Michelle Treichel me entrevistou e fez um texto bem legal sobre o meu interesse futebolístico que foi publicado na Gazeta do Sul.

Fora o fato de que não tenho batons na minha bolsa, o resto todo é bem como é. Gosto de futebol, tenho livros sobre o assunto na bolsa (inclusive um presente do grande amigo Pedro Garcia), tenho um blog criado na disciplina da faculdade, meu pai que despertou a paixão tricolor em mim, meu namorado estimulou meu interesse em estudar sobre esporte, faço parte do Aprendiz, quero fazer minha monografia no assunto... Bom, também não preciso dizer tudo. Se quiser, tu pode ler direto no site do jornal, por meio de pdf, ou na figura abaixo.


Mais uma notícia legal: hoje aconteceu o terceiro jogo do Brasil na Copa do Mundo. Consequentemente, minha terceira atuação no projeto Aprendiz na Copa (em breve coloco o áudio com momentos do jogo). A melhor parte, ainda, é que permaneço no projeto, pelo menos até a próxima segunda-feira, quando o Brasil joga contra o Chile. Hoje um integrante foi eliminado; nas oitavas-de-final mais dois; nas quartas mais dois; e nas semi mais dois. Não sei se chego lá (espero que sim, porque tô adoraaaando participar), mas de qualquer forma, a experiência já valeu. E muito.


A propósito, dá uma força e vota em mim no blog do Aprendiz na Copa? É só clicar em "Vanessa"  abaixo da pergunta de "Quem está batendo um bolão?". Obrigada :P

Muito forte; forte mesmo

Eu sou uma péssima bloggeira, eu sei. Já se passam quatro semanas desde que este blog foi atualizado. Para um bog, isso é quase um decreto de morte. Mas espero compreensão. Este último mês foi o mais intenso de todos os meses destes últimos sete semestres. Sem exageros!

Além das cinco disciplinas - quem incluem dois jornais Unicons, um projeto experimental entregue ontem, cuja banda é na quarta que vem e um documentário de rádio em fase de finalização -, mais aulas de inglês, mais projeto de pesquisa - cujas leituras tenho que colocar em dia ainda, se não a Fabi me chinga -, mais o trabalho no Gaz e, por último e nada menos importante, o Aprendiz na Copa - cujo último jogo antes da primeira eliminação acontece amanhã de manhã.

A propósito, em se tratando de papo de guria futebol clube, creio que futebol é o assunto que mais interessa quem lê este blog - se é quem leem, mas isso não faz muita diferença pra mim, gosto mesmo é de escreve (quando tenho tempo).

Assim, estou colocando os áudios dos dois últimos jogos da Seleção Brasileira, contra a retrancada Coreia do Norte e contra os elefantes da Costa do Marfim, com momentos em que executo narração, comentário, reportagem e plantão.

Explicando o título: eu já tenho um bordão. Ele nasceu da minha estreia como narradora, no jogo entre Grêmio e Atlético Mineiro. A defesa tava forte, muuuito forte. Forte mesmo. O pessoal riu da minha saída pela tangente, já que não me vinha mais nada para dizer. Então, adotei. Nos áudios abaixo deve ter, em algum momento, o meu bordão.



Pesquisar neste blog

Total de visitantes

Seguidores

Tem alguém aqui?

De onde vocês são?

Archivo del blog