Bruna na África

Depois de 15 dias, há exatamente uma semana a estudante de Arquitetura Bruna Mayer voltou da África do Sul. Pela primeira vez, ela e a família – a mãe Sandra, o pai Wilson, a irmã Daiane e o cunhado Daniel Iserhard - atravessaram o Atlântico e visitaram o país que será sede da Copa do Mundo de 2010.

O principal motivo – ou a desculpa – para a viagem foi a apresentação de um trabalho de Sandra em um congresso em Stellenbosch, cidade de vinícolas. Isso e ainda o fato dos dindos de Daiane estarem morando na Cidade do Cabo há um ano e meio.

“É muito difícil dizer o que eu mais gostei, esta viagem me abriu a cabeça para conhecer novas pessoas, culturas, arquitetura. É tudo muito diferente de nós. Cada lugar que visitei foi especial de alguma forma”, contou Bruna.

Entre os lugares visitados pela família Mayer estão alguns dos estádios sedes do próximo mundial de futebol que acontece entre 11 de junho e 11 de julho (veja o mapa com todas as sedes no final do post). O primeiro deles foi o Ellis Park, localizado em Johannesburgo, conhecido como o “Estádio da Coca-cola” (veja foto abaixo). Depois de reformado, sua capacidade é de 62.567 espectadores. Vale lembrar que é o estádio mais moderno do país. Além de cinco partidas da primeira fase, o estádio receberá uma partida das oitavas de final e uma das quartas de final.


Daniel, Daiane, Sandra, Bruna e Wilson em frente ao Ellis Park


O segundo estádio fica em Pretória. Mas nós só passamos na frente. Como era noite, não conseguimos tirar fotos”, lamenta a viajante. O que Bruna não conseguiu ver é que o Loftus Versfeld, cuja capacidade é de 51.762 torcedores, está com holofotes, sistema de som, painéis e telhado novos para satisfazer as exigências da FIFA e abrigar jogos da fase de grupos e das oitavas-de-final da Copa 2010, num total de cnco partidas.

O último a ser visitado foi o estádio Green Point, atualmente chamado de African Renaissance, sediado na Cidade do Cabo (veja foto abaixo). “Ele está todo em obras. Não tínhamos nem como estacionar perto, porque inclusive as estradas em volta estão fechadas”, contou Bruna. Construído especialmente para a Copa do Mundo, sua cobertura será retrátil e o estádio terá capacidade para 70 mil torcedores. Receberá seis jogos da primeira fase, uma oitava-de-final, uma quarta-de-final e uma semi-final.


Bruna Mayer admirando o estádio Green Point

Sobre o clima da copa no país, a estudante disse que esperava mais dos africanos. “Eles estão empolgados, mas acho que não tanto quanto os brasileiros vão ficar em 2014”. No entanto, o país está investindo na infra-estrutura. “Todas as cidades estão em obras e sendo adaptadas para receber os turistas e as seleções”, finalizou Bruna.


Confira o mapa elaborado pelo site Jogo do Brasil com ta localização e fotos de todos os estádios da próxima Copa do na África:




E ainda, um vídeo da FIFA que mostra um pouco da África do Sul e seus estádios:

Pesquisar neste blog

Total de visitantes

Seguidores

Tem alguém aqui?

De onde vocês são?

Archivo del blog