Mário Fernandes no Inter?

Antes que os nervos tricolores se agitem é bom esclarecer. O Inter ao qual me refiro é, na verdade, a Inter. E não é gaúcha e, sim, de Milão. A matéria do jornal Zero Hora de hoje diz que o guri, de apenas 19 anos, em virtude das suas "boas atuações, tanto na seleção Sub-20, quanto em jogos do Grêmio, despertaram a atenção de observadores estrangeiros".

Grandes times europeus como Real Madrid, Barcelona, Juventus e Manchester City estiveram bisbilhotando o zagueiro no Olímpico. Mas, ainda segundo ZH, a Inter foi a única que apresentou uma proposta. Mário Fernandes, cujo salário atual é de R$ 10 mil, saltará para um valor inicial de pelo menos 100 mil euros (em torno de R$ 259 mil).


Breve histórico:
- Chega ao Grêmio no início de março, após destacar-se pelo São Caetano na Copa São Paulo.
- Dia 13, foge da concentração após o treinamento.
- Dia 17, com sintomas de depressão, é localizado em Jundiaí, interior de São Paulo, após perambular por Santa Catarina e Paraná.
- Em abril, inicia tratamento contra a depressão e diz à família que quer largar o futebol
- Retorna ao Grêmio em maio, para atuar nos juniores.
- Em junho, passa a treinar com os profissionais.
- Estreia na derrota por 3 a 1 para o Sport, em Recife. Sai lesionado no intervalo.
- Dia 19 de julho, é a surpresa do Gre-Nal, atuando como lateral-direito. A partir daí, firma-se como titular.

Zappost (2)

Apesar de tudo que já foi dito sobre o atacante tricolor, como patinho feio e pior atacante do mundo, Jonas é o artilheiro do time na temporada, com 14 gols, e um dos jogadores que mais marcou no Brasileirão 2009, atualemnte ocupa a quarta colocaçao, atrás de Diego Tardelli, 17 gols, Adriando, 16, e Alecsandro, 15. A tabela completa dos artilheiros pode ser vista no site do Golobo Esporte.

Inter desce e Grêmio sobe

A 32ª rodada do Brasileirão não surpreendeu. O Grêmio venceu o Avaí por 3 a 1 em casa e o Internacional sucumbiu ao São Paulo no Morumbi, perdendo de 1 a 0. Com o resultado, o Tricolor subiu uma colocação, chegando à sétimo, e o Colorado desceu duas posiçãos, ficando em quarto lugar.

No jogo das 21h, o capitão Tcheco abriu o placar no Olímpico com cobrança de pênlati aos 30 minutos do primeiro tempo. Maxi López, aos 16, e Souza aos 18, ampliaram na segunda estapa. Emerson fez o único gol do Avaí aos 32 do segundo tempo. Assista aos gols da vitória de 3 a 1 do Grêmio sobre o Avaí no vídeo publicado pelo ClicRBS.





No Morumbi, a torica comemorou uma única vez e foi a do Tricolor paulista. Aos 47 minutos do primeiro tempo, Hernanes cobrou escanteio e a bola encontrou Washington livre na segunda trave. O time de Mário Sérgiu foi superior ao longo do jogo, mas não bastou, nenhum gol gaúcho foi feito e o resultado favoreceu o São Paulo que conquistou o primeiro lugar na tabela - ao menos até o término do jogo do Palmeiras de hoje à noite. Confira o gol do São Paulo no vídeo do ClicRBS.




Para seguir sonhando, a dupla Grenal precisa secar os resultados dos jogos desta noite, todos às 21h. Em Fluminense x Atlético-MG, tem que torcer por uma virótira do time carioca e no jogo de Palmeiras x Goiás, os gaúchos vão se tornar goianos. O único jogo que desinteressa à dupla é o de Sport x Coritiba, pois ambos lutam contra o rebaixamento. Confira o placar dos jogos ao vivo no Minuto a Minuto, do Terra.

Podcast (1)

Clique no link abaixo para ouvir o podcast. Depois, não esquece de comentar aqui no blog o que você achou.


Zappost*

Meu time dessa semana não foi muito bem, não. Calma, eu ainda não estou jogando futebol - espero montar um time feminino em breve. O time que foi mal na 31a rodada do Brasileirão se chama F.C. Chimarruts e é gerenciado por mim no Cartola FC (saiba mais sobre o jogo no Blogadão)

Nessa rodada, fiz apenas 40.37 pontos e acabei com 93.9 cartoletas. Minha colocação geral desceu para 284827º lugar. Também, com pontuação negativa do Victor (que nunca sai do meu Cartola), do Perea (GRE) e do Jean (SPO) e nenhum pontuador acima de 10 pontos, a não ser o Marquinhos (AVA) que fez 10,2, fica difícil. Abaixo, confira a minha escalação.





*Essa é minha nova seção: Zappost, um post rápido, ZAP.

A intesidade de um estádio

Assistir um jogo de futebol no estádio, ao vivo, em cores, é muito mais emocionante. O nervosismo com passes errados, a comemoração de um gol, o cantar da multidão que tem o mesmo objetivo, a decepção de uma derrota ou a alegria da vitória. No estádio, é tudo mais intenso. Confesso que não fui muitas vezes sentir tudo isso de perto. Mas, se dependesse de mim, teria ido muitas vezes mais. Mas nas oito vezes em que fui, não me arrepende de nenhuma, até mesmo quando meu time perdeu.

Dessas oito vezes, cinco foram no Rio Grande do Sul – o segundo estado brasileiro em número de estádios, segundo o Wikipedia. No Estádio dos Plátanos, que tem capacidade para seis mil pessoas sentadas e que pertencente ao Futebol Clube Santa Cruz, fui ver dois jogos do Gauchão, um contra o Grêmio e o outro contra o Esporte Clube Novo Hamburgo.

Na capital, só fui à casa do meu time do coração, o Olímpico Monumental. O estádio do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense tem capacidade para 55 mil pessoas e sediou dois jogos do Brasileirão aos quais fui ver. No primeiro, em 2007, o Tricolor perdeu para o Figueirense (foto 1). No ano passado, vi o Grêmio ganhar do Coritiba Foot Ball Club por 2 a 1 (foto 2).


(foto 1) Eu, meu pai Elói e minha irmã Carolina


(foto 2) Bruno Felipe, eu, minha irmã Luisa, Bruno José e Elói

Fora do Rio Grande, fui duas vezes ao terceiro maior estádio do país, o Morumbi, graças ao meu namorado fanático pelo São Paulo Futebol Clube, dono deste estádio. Em 2008, o time da casa venceu o Flamengo por 2 a 1 (foto 3). Este ano, tive a infelicidade de vero Grêmio perder para o São Paulo, também por 2 a 1 (foto 4). E ainda no estado de São Paulo, conheci o Brinco de Ouro da Princesa, que fica em Campinas, no jogo de Guarani e Brasiliense pela Série B do Campeonato Brasileiro.


(fotos 3) Eu e meu namorado Fernando


(foto 4) Fernando e eu

O mais recente estádio que conheci, foi o Alfredo Jaconi, sede do Juventude. O jogo não era lá muito importante, era apenas um jogo chuvoso da Copa Dallegrave, no qual o Ju perdeu por 1 a zero do Aymoré (foto 5). Mas fez parte de um feriadão em Caxias do Sul com muitos amigos. Valeu a pena.


(foto 5) Fernando, eu, Anapaula, Marília, Bruna, Luciana e Fernando

Espero que minhas visitas ao estádios não parem por aí. Afinal, vivo no país do futebol e um dos países que possuem mais estádios de futebol no mundo.

Jogo mais ou menos

A rodada da semana passada do campeonato de society do Clube União de Santa Cruz do Sul estava mais disputado do que o maior clássico do Brasil, o Grenal. “Mais ou menos” - como caracterizaram as gurias do Clube da Bolinha - é uma boa descrição para o jogo deste domingo. Poucas finalizações (2 do Inter e 6 do Grêmio), muitos passes errados (31 do Inter e 21 do Grêmio), poucos cartões (2 amarelos para o Inter e 3 amarelos e 1 vermelho para o Grêmio), e uma falha do grande Victor que facilitou o gol de D'Alessandro aos 3 minutos do primeiro tempo.


Gol de D'Alessandro em Victor - Foto de Diego Vara (zerohora.com)

Mesmo tendo sido um jogo mais ou menos, o resultado foi muito importante para ambos os times. O 1 a zero para o Colorado provou que o time está afim de ganhar o Campeonato Brasileiro. Com os três pontos conquistados foi a 52, apenas dois atrás do líder Palmeiras, e conseguiu permanecer em terceiro lugar.

Já para o Grêmio, que via a chance de chegar ao G4 ficando longe, vai mesmo acabar fora da Libertadores em 2010. Com o time em oitavo lugar com apenas 44 pontos, oito atrás do último time do G4, o São Paulo, a torcida tricolor vai ter que se contentar com a Copa Sul Americana a qual tanto desdenhou esse ano.

Confira o vídeo do Globo Esporte com os melhores - ou menos piores - momentos do Grenal de hoje.

Dúvidas

Um dia duvidoso em Santa Cruz do Sul. Mesmo com muitas nuvens, o sol tenta escapar de vez em quando. O vento sopra forte, para, recomeça, e não sabe se faz chover ou não. Mas a dúvida não permanece apenas no campo da meteorologia. O Rio Grande do Sul inteiro dividi-se, hoje, em azul e vermelho. Mas nem colorados nem gremistas sabem em quem apostar.

As certezas só aparecem no objetivo. Ambos os times sabem que precisam vencer. O Internacional, atualmente na terceira posição com 49 pontos, precisa da vitória para continuar na disputa do título. Já o Grêmio, em oitavo lugar com apenas 44 pontos, precisa da vitória para permanecer sonhando com a Libertadores do ano que vem.

A escalação dos times é a seguinte:
Grêmio: Victor; Mario Fernandes, Réver, Léo e Lúcio; Túlio, Adilson, Fabio Rochemback e Souza; Douglas Costa e Perea. Técnico: Paulo Autuori.
Internacional: Lauro; Daniel, Índio, Bolívar e Kléber; Sandro, Guiñazu, Giuliano e D´Alessandro; Taison e Alecsandro. Técnico: Mário Sérgio.

A meia hora para o começo do Gre-Nal de número 378 e o Beira-Rio, quase lotado, está a espera de um campeão – ou de um empate – para que, enfim, as dúvidas se encerrem.

O início

Já que o blog tem que ser feito, que seja dada a largada. Ainda que a coisa não tá bem do jeito que eu quero, mas já é grande coisa que ele exista. Sempre gostei de futebol, mas nunca fui daquelas fanáticas. Gosto e ponto. Dou palpite errado, me meto nas conversas de guri, leio o blog do Juca Kfuri, sou apaixonada pelo Grêmio. Simples assim.

Para que todos saibam, este blog é de origem acadêmica (feito como trabalho na disciplina de Jornalismo Online, do professor Paulo Pinheiro) mas este não pretende ser seu fim. Apenas um começo. O árbitro soltou o apito e o jogo está apenas começando. Vamos ver no que vai dar.

Pesquisar neste blog

Total de visitantes

Seguidores

Tem alguém aqui?

De onde vocês são?

Archivo del blog